sábado, 13 de dezembro de 2014

Roteiro de Faro

De todas as cidades que visitei no Algarve, Faro tem mais jeito de cidade, pois é a capital da região. Mas o seu centrinho antigo tem o mesmo jeitinho do resto do Algarve e da Andaluzia, ruazinhas estreitas e fáceis de se perder, cercadas por casinhas brancas. Achei muito legais os portões e a muralha que contornam o centro. Assim como Tavira, não tem praia diretamente na cidade, só a Ria Formosa. Para chegar às praias é preciso pegar um barco para chegar às ilhas.


Como Cheguei

Cheguei de ônibus vindo de Albufeira. Vi os horários na internet, cheguei na rodoviária meia hora antes, comprei meu ticket e esperei. Quando já estava passando do horário perguntei para os funcionários da rodoviária e disseram para aguardar, com aquela cordialidade típica que te deixa pensando o que você fez de errado. Acho que o ônibus chegou com quase uma hora de atraso, mas a viagem transcorreu direitinho. Chegando na rodoviária de Faro, ativei o GPS e fui a pé até o hostel. O trajeto não é dos melhores para fazer com mala de rodinha, porque ficava no centro histórico com ruas estreitas de paralelepípedo e sem calçada. Mas sobrevivi. 

sábado, 6 de dezembro de 2014

Roteiro de Albufeira

Ainda não tenho muita certeza se gostei ou não de Albufeira. Por ser mais central e ter muitos restaurantes e bares é um bom lugar para usar como base para conhecer o Algarve. Porém, as estações de ônibus e de trem são um pouco afastadas, como já comentei no post de planejamento, e isso dificulta um pouco os deslocamentos. Acho que é uma cidade boa para alugar carro, apesar do tráfego não ser permitido em algumas ruazinhas centrais. Outra coisa que pode ter atrapalhado a minha visita, foi o tempo ruim, amanheceu muito nublado com previsão de chuva, assim não visitei Praia de São Rafael que é belíssima. No fim nem choveu, mas não arrisquei, pois como era domingo haviam poucos horários de ônibus para ir e voltar de São Rafael. Um ponto positivo é a quantidade de gente nova e grupos de amigos, o que confere um visual muito bonito à própria praia de Albufeira. Comparando com as praias de Lagos, Faro, Tavira e Albufeira a proporção galera x família era bem maior.

Praia de Albufeira
Praia de Albufeira


Como Cheguei

Fui de ônibus de Lagos para lá. A passagem foi comprada na hora, mas peguei uma lista dos horários disponíveis no dia anterior à viagem, tentei comprar, mas não foi permitido. Só na hora, muito estranho. A viagem foi tranquila e teve algumas paradas no caminho. Sorte que eu ando com GPS e prestando atenção por onde passo, porque o motorista não era muito simpático, não escutava ou entendia nada do que ele falava. 

A rodoviária é longe do centro, por isso é necessário pegar um ônibus. A moça das informações turísticas indicou todas as pessoas para a linha vermelha 2 de ônibus, coube à motorista tentar explicar que aquela não era a melhor opção para o centro, era a azul. Porém pelo que eu havia visto na internet era a melhor opção para o meu hostel, o ruim é que ela não conhecia e nem entendeu o mapa que mostrei para ela no celular. Tive que ir acompanhando pelo celular, depois de 40 minutos dando voltas, desci no ponto certo. Depois descobri que peguei a vermelha e não vermelha  2. Acho que estas informações desencontradas e falta de vontade já me desanimaram logo na chegada. O site com informações sobre ônibus é o Giro Albufeira

Onde fiquei

No Hostel Orange Terrace, reservado pelo Booking. A localização é muito boa e as avaliações que vi também. Achei a manutenção do local um pouco precária. Apesar de parecer haver uma tentativa de deixar tudo organizado (cozinha, banheiro e áreas externas), achei meio caótico. Não gostei do fato de ter apenas um chuveiro aquecido e uma privada extra. Havia também duas duchas frias na rua. Outra coisa é que a menina que ficava durante o dia só falava inglês. Não achei ninguém muito socializável, o que não era o que eu esperava num hostel.

Reservei um quarto duplo privado para mim



O que fiz

Passeei pela praia e pela cidade.



O que comi

Em Albufeira o mais barato não era sardinha frita, era costelinha de porco, que eu adoro! Vários bares tinham placas oferecendo "ribs" com barbecue e fritas por 4,95 euros! Aproveitei! Achei bonitinha uma hamburgueria da cidade, várias opções de hamburgueres com nomes diferentes.




Dicas


terça-feira, 25 de novembro de 2014

Roteiro de Lagos

Hoje vou contar como foram os dias no lugar com as praias mais bonitas que já vi. Ok, não viajo muito para praias já que moro em uma, mas eu gosto bastante.

Praia do Camilo

Como Cheguei

De trem desde Tavira, comprei a passagem na hora. O dono da pousada de Tavira disse que era a melhor opção para este trajeto, pois as estações de trens nas duas cidades são bem localizadas e os trens são mais rápidos que os ônibus. Achei o comboio (como chamam trem em Portugal) bem feio, parecia um ônibus antigo por dentro, poltronas com encosto curto e não reclináveis, também não tinha lugar para colocar malas. Além de estar todo pichado do lado de fora, tentei perceber se era uma obra de grafiti, mas acho que era pichação mesmo e atrapalhava a paisagem, pois tinha no vidro também.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Roteiro de Tavira

Começo os posts de Portugal com Tavira!! Esta cidade fica no Algarve e bem perto da Espanha. Achei encantadora. Primeiro pensei, não tem nada aqui, parece uma vilinha de pescadores, mas fui caminhando e achando tão tranquila, no fim me cativou. Riozinho, pontezinhas, casinhas branquinhas, igrejas pequenas, sem prédios altos ou imponentes. Acho que saí da exuberante Andaluzia meio zonza de tanta informação e riqueza de detalhes que gostei da pacata Tavira. Estava já num ritmo mais calmo, pois meus pés doíam mais a cada passo, então economizei nas caminhadas e abusei das contemplações.

Olha que fofinha


Como Cheguei

Esta viagem começou de uma maneira estranha. Comprei a passagem na internet, no site da Alsa. As cores da empresa são azul e vermelho e dizia que a linha era Málaga-Porto (eu ia usar o trecho Sevilha-Tavira). Comprei da Estación Prado que era perto do meu hotel e dava para ir a pé, a estação principal (Plaza de Armas) era bem longe. Só que para variar, não tinha guichê desta empresa, fui na informações e perguntei se ele sabia qual era a plataforma, o moço disse que Portugal era na plataforma 2. Ok, fiquei lá esperando, acho que cheguei 1h antes. Vai e vem de ônibus para tudo que é lugar da Espanha, de todas as empresas, menos a tal da Alsa. Quando faltava uns 15 minutos para o meu horário, parou um ônibus amarelo, com algo escrito do lado que não era Alsa e com a placa Lisboa. Fiquei quieta, só olhando e agora cuidando as outras plataformas. Quando faltavam uns 5 minutos, resolvi perguntar para o motorista. Ele arrancou a passagem da minha mão, resmungou para eu colocar a mala do outro lado (acho que um lado era para Faro e outro para Tavira, pelo que entendi depois) e me mandou subir. Dali o ônibus passou ainda na Plaza de Armas, onde ele avisou que seria a única parada para banheiro, mas que era para ir rápido, nem arrisquei. De resto a viagem foi tranquila, cheguei direitinho em Tavira. Tem a empresa Damas que também faz o trajeto, comprei na Alsa porque achei o site mais amigável. 

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Roteiro de Sevilha

Sevilha é uma das cidades mais famosas da Andaluzia e a quarta maior cidade espanhola em número de habitantes. Ela pode não ter um monumento como a Alhambra de Granada ou uma mesquita como a de Córdoba, mas tem vários monumentos de respeito como a Torre da Catedral (Giralda), ou o Alcázar ao lado ou a Plaza de España que é única.

Plaza de España

Como Cheguei

De trem desde Cádiz, comprada no site da Renfe. A viagem dura entre 1h30 e 2h. Desci na Estação Sevilla-San Bernardo que parecia mais perto do meu hotel, porém o lugar marcado no Google estava errado, era uma estação antiga. A atual estação San Bernardo é junto com o metrô, então o que parecia ser apenas 650 m eram na verdade 1500 m.

domingo, 2 de novembro de 2014

Roteiro de Cádiz

Cádiz (em português é Cádis, mas eu não gosto) mistura praia e muralhas de uma maneira bem charmosa. O centro histórico é um pouco mais bagunçado e sujo do que as outras cidades que visitei na Andaluzia, acho que se deve ao clima de praia.




Como Cheguei

Fui de ônibus desde Ronda. Como já contei neste post Montando um roteiro pela Andaluzia, descobri esta opção num post da Fragata Surprise, não existem trens ligando as duas cidades de maneira fácil, teria que ser via Sevilha, o que aumenta em muito a duração da viagem. Não é possível comprar a passagem pela internet, o que me deixou muito agoniada: será que existia ainda, que os horários no site estavam atualizados? Chegando em Ronda tentei comprar a passagem para o dia seguinte, mas o guichê não fica aberto e a passagem deve ser comprada diretamente com o motorista na hora de saída. Pelo menos confirmei que o ônibus existia com a funcionária do guichê ao lado. No dia seguinte cheguei uma hora antes, falei com o motorista que era extremamente ríspido, mas deu tudo certo. A viagem dura umas 3h, com diversas paradas em cidadezinhas pelo caminho, mas apenas uma parada rápida e nervosa para banheiro. O site com os horários é este aqui e eu paguei 16,16 euros (ago/2014).